Me Siga

Quem fez por merecer

Júlio Martins

Publicado

Há mais de um mês eu vinha "cantando" que o Flamengo seria Campeão Brasileiro. Calma, não tem nada de "eu já sabia" ou "eu fui o primeiro a falar isso", não. O fato é que desde que alguns clubes que tinham potencial para tanto começar a "fugir" do título, a equipe treinada pelo Andrade resolveu que queria ser hexa, que queria levantar o caneco e dar a volta olímpica. Faltou isso a times como Palmeiras, Inter, São Paulo e Atlético Mineiro. O título do mais eletrizante Brasileirão dos últimos (e talvez de todos) os tempos "se ofereceu", rondou, bateu à porta de todos esses times - e daria até pra acrescentar a essa lista o Goiás, que depois que se reforçou, caiu de produção - e ninguém o quis. O único que não o desdenhou foi o Flamengo. Por esse motivo é que a taça foi parar na Gávea, para delírio dos milhões e milhões de torcedores rubro-negros espalhados pelo mundo (incrível como de onde menos se espera surge um). O time carioca foi o único - e por méritos próprios - que na rodada final não teve que se preocupar com o que os outros fariam ou deixariam de fazer. Foi competente na hora certa, cresceu e fez por merecer. O resto é conversa e choro de perdedor. Uma coisa é certa nisso tudo, dificilmente o Brasileirão vai ser repetir empolgante assim até a última rodada. O campeonato deste ano foi uma exceção, ou vocês arriscariam dizer que ano que vem ou nos próximos anos vamos ter quatro clubes com chances iguais de título na última rodada? Parabéns ao rubro-negros e sorte aos torcedores do demais times. Que no próximo ano o seu clube possa desejar mais ficar com a taça, pois é não é de se entregar assim, é preciso fazer por merecer. Ser o melhor no melhor futebol do mundo não é pra qualquer um.

Destaques

© 2020 - Júlio Martins