Me Siga

Se eu mudar, o mundo muda!

Júlio Martins

Publicado

A frase que um tempo atrás tatuei no braço esquerdo nunca foi tão marcante quanto nestes últimos tempos, mais precisamente nos últimos 40 dias. Vou contar um pouco disso pra ilustrar o que foi esse período de muita, muitas, mas muitas mudanças mesmo.

No dia 6 de julho eu deixei a RSCom, onde atuei desde julho de 2007 na Viva (que depois virou Viva News), SP3 (que depois foi extinta) e na Viva News, desta vez em FM. Confesso que foi um baque e tanto, mas que em algumas horas já havia sido superado por saber que coisas boas viriam logo em seguida. Daí pra frente posso dividir esses 40 dias em pelo menos três períodos distintos. No primeiro deles corri pra defender um projeto que tem tudo a ver comigo e, tenho certeza, com muita gente também. Algumas pessoas sabem do que estou falando, outras não, mas nem vem ao caso expô-lo aqui. Na hora certa ele virá à tona e vou ter prazer em divulgá-lo e detalhar tudo aos que passam por aqui. Esse período de negociações foi interessante, foi bom, me fez produzir muita coisa, criar-recriar-reciclar-transformar... Evoluiu mais rápido do que eu esperava e, de repente, estacionou por motivos que eu desconheço os detalhes. Ficou tudo em "stand by".

O período seguinte, que durou umas duas semanas, teva a ver com outro tipo de mudança, a literal, de trocar de casa. Foi classificados, placas, sites de imobiliárias e imobiliárias até chegar ao "lugar ideal". O processo burocrático (e que coisa chata!) me fez ficar uma semana a mais na casa onde resido desde 2007 e, um dia antes desse prazo terminar, eu recebi a proposta de voltar à RSCom - em tempo recorde, acredito -. A volta torna a "mudança literal" desnecessária e esse retorno está vinculado diretamente a outro grande projeto, que também só revelo na hora certa.

Um ciclo de 40 dias se fecha com um novo desafio, talvez maior que a maioria dos anteriores, pois vai exigir muito do meu lado "camaleão". Mas é isso aí, desafios estão aí pra serem vencidos. Então, mãos à obra e boa sorte pra todos nós.

Espero que essa narrativa toda não tenha sido entediante, muito menos confusa, mas é um breve resumo dos 40 dias mais malucos dos últimos 40 dias (hehehe). Beijo Grande a Todos!

Destaques

© 2020 - Júlio Martins