Me Siga

Sorte ou azar?

Júlio Martins

Publicado

Ontem à tarde encontrei o Cumpadi Jota na rua e ele logo me perguntou: "Tu tava ouvindo o Pretinho"? Quando eu disse que não, ele me contou sobre essa história que ocorreu no programa das 13h. O famoso caso do "sequestro relâmpago" foi vivido ao vivo pela galera mais bem humorada do rádio gaúcho. Sorte ou azar? Azar do bandido que foi desmascarado diante de milhões de ouvintes. Sorte do Potter, que não tem filha, e do programa, que pode mostrar ao seu Brasil de audiência como se desmascara uma farsa. Os bons sempre têm uma dose extra de sorte. Acompanhe a história em detalhes, narrada pelo Potter e pelo Fetter.

Destaques

© 2020 - Júlio Martins