Me Siga

Tão doce, tão monstro...

Júlio Martins

Publicado

Já faz um tempo que planejo e anuncio que vou fazer uma semana só com clipes da Pink por aqui. Pois hoje, assistindo "Please Don't Leave Me" - a nova dela que estreamos na SP3 essa semana -, resolvi iniciar o processo. Quando eu disse que faria isso, o Jota logo disparou: "Não! Vai começar uma semana na quinta-feira?". Claro que posso fazer, porque tenho bem mais que 7 clipes dela pra publicar. A Pink é uma figura estranha. Tem uma voz demais, é bonita, seus clipes são muito legais, mas ela prefere se fazer de "anti-pop". Talvez seja isso que me atraia no trabalho da Alecia Moore (nome de batismo da moça). Mesmo tentando (e as vezes conseguindo) fugir do padrão perfeitinha, ela consegue cativar. Assistam ao clipe e vão entender a razão do título aí...

Destaques

© 2020 - Júlio Martins