Me Siga

Um grande susto

Júlio Martins

Publicado

Hoje pela manhã, como costuma acontecer quando tem treino da Fórmula1, estava eu tomando um chimas e torcendo pelos brasileiros (aguentando o Galvão Bueno, inflizmente) quando vivi momentos de muita tensão como todo brasileiro que estava na frente da tv, acredito. O acidente que envolveu Felipe Massa parecia simples - um erro na curva e ele teria ido parar nos pneus -, quase se transformou numa grande tragédia. Toda aquela parafernália montada por quem comanda a Fórmula1 só serviu para causar uma grande confusão em todos que esperavam por notícias sobre o estado de saúde do brasileiro. Por alguns instantes eu tive a nítida impressão de que Felipe repetiria o trágico momento vivido pelos brasileiros na manhã daquele 1º de maio de 1994, quando Ayrton Senna foi retirado sem vida de Ímola. A falta de informações, inclusive aos represantes da imprensa presentes em Hungaroring, podem ter feito muita gente infartar, inclusive a esposa de Massa, que está grávida. A esta hora - mais de uma hora e meia depois do acidente - as infomações ainda são desencontradas, mas, ao que tudo indica, Felipe sofreu apenas um corte profundo acima do olho esquerdo (como mostra a foto) provocado por uma peça que teria caído do carro de Rubinho Barrichelo. Se não tiver havido nenhum tipo de traumatismo é até possível que Massa queira estar na pista, algo que considero improvável (mas não impossível). Ufa! Dessa vez parece que foi só um grande susto...

P.S: A foto não tem crédito porque o globoesporte.com (que a publicou) não diz quem é o autor.

Destaques

© 2020 - Júlio Martins