Me Siga

Na estreia de Edinho como técnico, SER Santiago tenta retomar caminho das vitórias na Bronze

Júlio Martins

Publicado

Sob comando de Edinho, Azulão volta a atuar em casa depois de quase um mês.
Foto: Diego Sampaio/Divulgação

Bastaram dois resultados negativos para a SER Santiago cair na tabela de classificação da Série Bronze. Após os tropeços diante do União e do Serade, a equipe santiaguense caiu do ponto mais alto do grupo 1 para a terceira colocação. Mesmo com os resultados negativos o Azulão permanece na briga, apenas três pontos atrás do líder São José.

O reencontro com o torcedor quase um mês depois da vitória por 4 a 2 sobre o Nova Geração também terá novidades dentro e fora da quadra. O grupo de jogadores sofreu algumas mudanças com as saídas de Igor, Maikel e Daisson e as chegadas de Marcelinho (que estreou marcando gol em são Borja), Luis Eduardo e Marcos Vinicius. À beira da quadra o técnico Edinho fará sua estreia no lugar de Leonardo Missio, que agora atua como supervisor.

A base da equipe está mantida. Ainda sem Pablo, que se recupera de lesão no pé, Edinho deve iniciar o jogo com Carlos André, Titoco, Japa, Marcelinho e Diógenes. O novo técnico não poderá contar com Rafael Kapeta (expulso em São Borja).

Serviço do jogo Os ingressos para a partida custam R$ 10 para homens e R$ 5 para mulheres e são comercializados na bilheteria do ginásio. A partida inicia às 20h, com transmissão ao vivo pela Conteúdos Criativos, com narração de Júlio Martins, comentários de Filipe Scalon e Jaderson Portela.

Nova Geração fora
Durante a semana o grupo 1 da Bronze sofreu um desfalque. O Nova Geração anunciou que abandonaria a competição. Com isso restam 8 equipes para 7 vagas à próxima fase. A direção do clube de Santa Maria alegou questões financeiras como principal razão da desistência, mas, em nota, o presidente do clube acrescentou ainda problemas extra quadra e de estrutura. Neste momento Palmeiras (São Gabriel) e La Máquina (São Sepé) são concorrentes diretos à última vaga do grupo, ambos com 8 pontos em 10 jogos.

Destaques

© 2020 - Júlio Martins