Me Siga

Como os sem título comemoram?

Júlio Martins

Publicado


Hoje, tão logo o título gaúcho foi decidido em Caxias do Sul e as redes sociais não falavam em outra coisa que não a vitória do Novo Hamburgo sobre o Inter fiquei analisando postagens e comentários por lá rolavam, como de costume. Também como de costume senti vontade de escrever sobre a rivalidade Gre-Nal, porém hoje acho que encontrei a melhor forma de expor como vejo tudo, por isso compartilho com vocês.

A rivalidade Gre-Nal é algo que ultrapassa todas as fronteiras, que não tem limites e que por vezes chega ser patética, irritante, mas, no fundo, para os que sabem lidar com ela, é engraçada. Talvez pela criatividade empregada nas provocações, talvez pelo fato de que nenhum dos lados jamais se dá por derrotado, mesmo tendo sido derrotado. Para ilustrar como vejo essa relação, resolvi fazer uma brincadeira. Me acompanhem!

Gremistas tomam conta das redes para comemorar a derrota do Inter em uma final que sequer conseguiram chegar. Finalistas derrotados os colorados lembram isso ressaltando que antes de vencê-los o Noia já havia eliminado os tricolores. O passo seguinte é o torcedor do Grêmio lembrar que amanhã é segunda e que o destino do Inter em 2017 é disputar a Série B. No minuto seguinte os colorados partem para o contra-ataque lembrando que o rival já disputou a Série B duas vezes. Mas o que importa o passado, o que interessa é agora e o Tricolor está na Série A, e mais, quer a América. Mas não paramos por aqui. Em frente!

Colorados lembram que o Grêmio ficou 15 anos sem conquistar um título relevante, nos últimos anos nem o Gauchão. Mas como podem os colorados falar em jejum de títulos se não conquistam algo além do Gauchão há sete anos (oito se contarmos que título de Série B não é relevante e o Inter ainda nem o conquistou). Sete anos, mas já foram duas Libertadores enquanto o Grêmio só nada e morre na praia na competição sul-americana. Nesse momento os gremistas perguntam: quem é o Inter para falar de títulos internacionais se até 2006 nunca havia experimentado uma conquista fora do país? Eis que os colorados encerram (só que não) dizendo que o Grêmio não tem Mundial.

É ou não é uma corneta interminável? Merece ou não merece ser estudada? Espero que todos entendam a brincadeira e que não sobre corneta pra mim porque eu deleto essa postagem.

Brincadeirinha. Que tenhamos todos uma ótima semana, mesmo sem título gaúcho pra comemorar, pelo menos não quem torce para o dupla Gre-Nal. Festa mesmo só os torcedores do Novo Hamburgo têm direito de fazer.

Destaques

© 2020 - Júlio Martins