Me Siga

Dupla Gre-Nal tem quatro jogadores eleitos no Bola de Prata

Publicado

Garantidos na fase de grupos da Libertadores 2019 como terceiro e quarto colocados do Brasileirão, Inter e Grêmio também podem comemorar a conquista de quatro posições na seleção Bola de Ouro da competição. Esta é a melhor temporada dos clubes gaúchos em 42 anos. Antes disso, apenas em 1976 o estado teve mais de quatro jogadores na seleção (Manga, Valdomiro, Figueroa e Lula pelo Inter e Beto Fuscão pelo Grêmio, em 1976.

A dupla marcou presença na seleção com dois jogadores de cada time: Geromel e Éverton pelo Grêmio, Víctor Cuesta e Rodrigo Dourado pelo Inter. O zagueiro gremista também bateu um recorde ao ser eleito pela quarta vez consecutiva um dos melhores da competição. Gamarra, Figueroa e Ricardo Rocha também conquistaram o troféu quatro vezes, mas não de forma consecutiva.

Como funciona o Bola de Prata
Todos os jogos são assistidos por jornalistas da ESPN, sempre nos estádios, e atribuem notas de 0 a 10 aos jogadores. Ao final do campeonato, são premiados os jogadores com as melhores médias, por posição (somente os jogadores com mais de dezesseis jogos são levados em consideração). A melhor média de todas leva a Bola de Ouro.

Destaques

© 2018 - Júlio Martins