Me Siga

Meu luto é pela humanidade! por Karine Machado

Publicado

Já faz um tempo que penso colocar meninas para falar de esporte por aqui. Uma conversa aqui, outra ali, nomes surgem, contatos são feitos, mas só no início de 2019 que as coisas realmente começaram a fluir. Uma dessas convidadas já estava com tudo certo para começar a escrever, mas ainda não tínhamos data. Foi então que surgiu em minha timeline o desabafo abaixo. Imediatamente chamei a Karine e perguntei se ela concordava que seria o texto perfeito para uma estreia e ela, de pronto, concordou. Num outro momento falo mais a respeito da futura colunista, hoje só convido-os a ler o texto com atenção, pois tenho certeza que as palavras dela representam exatamente o que muitos pensamos e talvez não tenhamos conseguido expressar, cada um por seus motivos. Ela conseguiu, e com maestria. Esse texto me representa. Assim como a Kaká (apelido que ela usa no perfil do Facebook), meu luto é pela humanidade.

“Parece que já vi esse filme… O futebol em luto como há pouco tempo foi com o time de Chapecó… A maioria jovens(crianças) como a tragédia da Kiss… Um erro causado pelo homem o qual faz cada dia aumentar mais o número de mortos em Brumadinho…Tragédias causadas por erros humanos. Flamengo com tanto dinheiro para contratações, mas não quis gastar para possuir todas as autorizações e laudos necessários, um ar condicionado sem condições de uso interrompeu a vida de meninos que sonhavam… A falta de responsabilidade de um cara, o qual preferiu economizar no combustível de um avião e matar um time de futebol inteiro… E novamente a imprudência em usar fogos em ambiente fechado, teto com espuma inflamável, super lotação, falta de segurança, causou a morte de 242 jovens… Por fim #Brumadinho outra barragem, novamente outro rompimento, como se as 18 mortes de Mariana não tivessem causado pelo menos a fiscalização nas barragens para não ocorrer outra tragédia… Parece que não! Agora são mais de 150 mortos, e a cada segundo esse número aumenta, e a culpa é de quem? A culpa é da ganância, de pensar apenas em si, de não se colocar no lugar do outro, de colocar em risco a vida do próximo, de chorar pelo leite derramado e mesmo assim deixar acontecer novamente…Quantas vidas e quantas famílias destruídas? Agora todos choram, a ideia de secar com dinheiro as lágrimas de uma mãe, aquele mesmo dinheiro que foi poupado e acabou causando essas lágrimas… O luto de quem causa essa dor passa, o dinheiro perdido volta, mas as vidas que se foram e a dor de quem chora não vai passar e muito menos voltar… Meu luto é pela humanidade!”

 Karine Machado Vieira – Futura jornalista esportiva e colunista do site 

 

Destaques

© 2019 - Júlio Martins