Me Siga

Organizadas estão fora da Copa Santiago

Publicado

Pouco depois de a Brigada Militar divulgar as exigências, orientações e normas de segurança para a realização da 31ª Copa Santiago, as torcidas organizadas de Grêmio e Internacional confirmaram que pelo segundo ano consecutivo não estarão nas arquibancadas do Estádio Alceu Carvalho, palco dos jogos da Dupla.

Em nota a Guarda Popular Santiago afirmou que a ausência se dará em virtude de “prioridades maiores”, conforme texto abaixo.

A Santiago é Grêmio não divulgou nota, mas em contato com Diego Costa, um dos responsáveis pela torcida gremista em Santiago, obtive o mesmo posicionamento.

“Reunião com a brigada e mesma determinação. Torcida do Grêmio não vai”, disse ele, referindo-se à organizada.

A ausência das “barras” deve sim ser lamentada, pois não há como negar que elas criam um outro ambiente enquanto a bola rola, como presenciamos em 2018. A Copa perde sem eles. No entanto, é preciso que analisemos também o lado da Brigada Militar, que precisa manter a ordem e para tanto faz uma série de exigências, em especial depois do famoso episódio registrado em 2017, quando torcedores gremistas, supostamente de fora da cidade, causaram confusão, invadindo o gramado e levando a Copa a manchetes nacionais por motivos que não os gols e a festa das arquibancadas (lembram do episódios dos brigadianos a cavalo perseguindo os torcedores pelo gramado?).

Destaques

© 2019 - Júlio Martins