Me Siga

Cotidianas: descarte e pintura equivocados, carros na contramão...

Júlio Martins

Publicado

Diariamente recebo fotos de flagrantes de todos os tipos e normalmente compartilho no facebook, mas como tenho feito de uns tempos pra cá resolvi publicar no site, até pra acostumá-los e convidá-los a vir aqui com mais frequência. Os cliques abaixo são bem cotidianos e servem de alerta para detalhes que muitas vezes passam despercebidos.

Olhar pra onde mesmo?
Muita gente se queixa de que a pintura de algumas faixas de segurança está desaparecendo e a secretaria de obras está cuidando disso na medida do possível. Quanto mais atentos os pedestres estiverem, melhor. Isso é fato, tanto que em muitas faixas está escrito no chão (bem grande) um OLHE. Só que no caso dessa faixa não vai adiantar muito olhar para onde a seta aponta, porque a Tito Beccon agora é mão única naquele trecho e do lado indicado não vem carro. Coisa pouca, só apagar e pintar de novo.

Moradores preocupados com carros na contramão
Alguns moradores da rua Batista Colpo, no bairro Itu, estão preocupados com o grande número de veículos que trafega na contramão. E não é por falta de sinalização, como está bem claro na foto enviado por um morador da região. Não aconteceu nada grave e vamos esperar que não aconteça, mas fica o alerta, inclusive para os órgãos responsáveis pela fiscalização.

Lixo eletrônico na rua?
Tem gente que parece que mora em Nárnia né? Ou é isso, ou é preguiça ou o famoso *&@$-se! Toda hora são feitas campanhas de recolhimento de lixo eletrônico. Nas mais recentes a empresa até vai na residência da pessoa pra fazer o recolhimento e ainda assim tem quem prefira largar na rua. Tudo bem, alguém pode recolher, mas e quando os objetos ficam ali por dias, semanas ou até meses? É o típico tô nem aí!

Destaques

© 2020 - Júlio Martins