É hora de excluirmos os marginais do esporte

É hora de excluirmos os marginais do esporte

Ainda sobre o episódio de sábado, pra encerrar o assunto por aqui, minha opinião é que devemos usar a situação para rever alguns conceitos e pensar mais coletivamente, não clubisticamente como muitos fizeram. Independente da cor da camiseta que veste, todo torcedor deveria trabalhar unido para banir dos estádios, dos arredores e do convívio de todos nós gente como os responsáveis por qualquer tipo de violência.

O que vimos na última semana em Porto Alegre, em Salvador, em Curitiba, Cascavel e outros lugares que nem repercutiram tanto precisa ser motivo de discussão para acabar com a violência, não para de debater a gravidade da lesão ou se foi apenas um corte, um susto ou seja lá o que for.

Se você conhece gente capaz de cometer atos assim, deixe ele de lado, deixe que ele sofra as consequências por seus atos e exija que estes sofram punições severas e que sirvam de exemplo.

Imagine que você tivesse sido o alvo, que seu filho ou filha tivesse sido atingido ou se fosse você o atingido. Pense em como ficariam teus familiares ao ver cenas como estas e saber que tua saúde está em risco.

Pensemos nisso, pelo bem do esporte e de todos nós que o amamos!

Leave a Reply