Gre-Nal 434: mudanças no Grêmio, força máxima no Inter

Gre-Nal 434: mudanças no Grêmio, força máxima no Inter

O clássico Gre-Nal de sábado ainda está distante, o Grêmio ainda tem um confronto importante no meio de semana, quando encara o líder Atlético no Mineirão, mas algumas situações já estão ficando bem claras. Duas certezas já podemos ter: que o Grêmio sofrerá várias mudanças já na quarta, e consequentemente para o clássico, e que o Inter deverá ter força máxima, ou quase isso, no Beira-Rio.

Para o confronto contra o Galo, Vagner Mancini fará mudanças de ordem disciplinar e técnica. Com alguns amarelados, deve promover a entrada de Campaz, por exemplo. A lateral-esquerda deve voltar pra Cortez, no meio Lucas Silva deve assumir a vaga de Tiago Santos e no ataque o técnico optará pela saída de alguém, talvez Alisson, para a entrada de Ferreira. A mudança de postura foi admitida durante a coletiva pós derrota de virada para o Palmeiras e já foi treinada na manhã desta terça. Segundo o próprio Mancini, agora ele vai colocar a mão no time, coisa que já deveria ter feito desde o dia que chegou.

No Inter a semana é de recuperação para o principal jogador, Yuri Alberto, de retorno aos trabalhos de Taison e dos que cumpriram suspensão na derrota para o São Paulo onde faltou banco ao Colorado. Dá pra dizer que existem duas dúvidas. No gol, Daniel pode retornar depois de três jogos fora e Moisés, apesar de um diagnóstico de lesão muscular e da informação que pararia por duas semanas, pode ser a surpresa. Quem acompanha o clássico há mais tempo vai lembrar de episódios como aquele em que o Fabiano Cachaça foi capa de jornal deixando o campo carregado e no dia seguinte entrou em campo e arrebentou.

Certo mesmo é que o Gre-Nal 434 acontece sábado, às 19h, no Beira-Rio e o apitador será Marcelo de Lima Henrique. Nem mesmo quantos torcedores poderão estar lá e se os gremistas serão proibidos de entrar, no momento que essa matéria é escrita não tem como cravar.

Leave a Reply